MENINA ÁGATA É ENCONTRADA EM MG PELA POLÍCIA

A menina de tr√™s anos foi resgatada na noite de terça-feira (30)

Polícia Civil

Polícia Civil

O delegado do Grupo de Dilig√™ncias Especiais (GDE), Diego Ribeiro Martins, explicou que o casal foi identificado e as equipes de investigação entraram em contato com apoio do Grupo Anti-Sequestro de Minas Gerais.

"A menina Ágata inclusive passou por exames de lesões corporais na manhã de hoje e foi identificado que ela passa bem, ela estava bem, ela est√° √≠ntegra, não passou por nenhum tipo de situação de risco com o casal", afirmou o delegado.

O casal que raptou Ágata est√° preso e à disposição da Justiça: a mãe biológica da menina (18 anos), e o namorado dela (30 anos). Além disso, foi presa uma mulher de 42 anos, a mulher que tem grau de parentesco com a mãe biológica e que os acolheu.

"A Ágata foi resgatada com sa√ļde e foi dado o cumprimento aos mandados de prisão ao casal tanto da mãe biológica, quanto do namorado. A pessoa a qual abrigava eles na cidade de Governador Valadares foi conduzida até a Delegacia e ir√° responder por favorecimento pessoal por ter ajudado o casal a se esconder em sua resid√™ncia", explicou.

Os dois eram procurados pela justiça e estavam foragidos. A vinda deles a Cascavel deve ser analisada e decidida pelo Poder Judici√°ria. Diego afirma que existe um processo penal em curso, que os tr√Ęmites legais vão seguir para ouvir todas as partes, emitir um relatório ao Poder Judici√°rio para indiciamento do casal.

Com relação à trajetória de Cascavel a Governador Valadares, Minas Gerais, as informações serão mantidas em sigilo para não atrapalhar o curso das investigações que estão em andamento.

"Foi tudo feito de forma tranquila, a criança foi recuperada com tranquilidade, a criança est√° bem, em um ambiente saud√°vel hoje. A mãe também entendeu que a sua atitude desesperada, uma atitude que fere a legalidade", explicou

Com relação às versões do fato, o delegado Diego explica que a mãe biológicaa ainda ser√° ouvida oficialmente e na sequ√™ncia a versão ser√° formalizada no processo.

Segundo o secret√°rio de Assist√™ncia Social, Hudson Moreschi, Ágata ser√° trazida de Minas Gerais a Cascavel pelo transporte aéreo e ser√° levada ao novo lar pela equipe técnica, evitando novos contratempos.

O secret√°rio explica que ela não retornar√° àquela fam√≠lia que j√° estava, por questões de segurança. Ele reforça que o encontro entre ela e a mãe acolhedora Marta ser√° realizado quando poss√≠vel devido ao v√≠nculo criado no per√≠odo de conviv√™ncia.

Com relação a possibilidade da guarda da menina Ágata a mãe biológica, o secret√°rio explica que a questão é técnica, complexa e delicada e que após o crime dificulta o processo de avaliação técnica que vinha acontecendo desde o nascimento da menina.

Com relação a log√≠stica do Fam√≠lia Acolhedora, o secret√°rio explica que essa situação faz pensar estratégias novas com relação às visitas monitoradas que hoje ocorrem em ambientes neutros.

A princ√≠pio o casal acusado responder√° por sequestro. As investigações seguem para identificar a participação de outras pessoas.