CMEI É REFORMADO COM MÃO DE OBRA DE APENADOS EM PATO BRANCO

 Polícia Penal do Paraná

Polícia Penal do Paraná

Pato Branco ganhou um Centro Municipal de Educação Infantil no bairro Planalto com o apoio de mão de obra de pessoas privadas de liberdade. A unidade de ensino é destinada a crianças de 4 meses a 3 anos e foi revitalizada por completo, com troca de telhado, melhorias na parte de elétrica, aberturas e pintura. O CMEI recebeu ainda um playground, além de novos móveis e equipamentos.

A mão de obra dos apenados é parte de um conv√™nio entre a Prefeitura de Pato Brancoe o Departamento de Polícia Penal do Estado do Paran√° (PPPR). Nove pessoas privadas de liberdade fizeram todo o trabalho de reconstrução do espaço entre janeiro e agosto deste ano.

"Este é um conv√™nio que possibilita que o município faça esta construção em tempo reduzido e possa entregar à população uma obra com esforço de detentos. Esta parceria também traz benefícios ao próprio apenado, atuando no tratamento desta pessoa para uma futura reinserção na sociedade como para remição da pena", destaca o diretor-geral da Polícia Penal do Paran√°, Osvaldo Messias Machado.

Para o prefeito de Pato Branco, Robson Cantu, a reforma do CMEI com mão de obra prisional funciona como uma via de mão dupla. "Pude ver esta obra sendo construída de perto. Para mim foi muito importante poder socializar os custodiados e receber uma obra linda para a nossa cidade", enfatiza.

O conv√™nio contempla atualmente 56 pessoas privadas de liberdade e prev√™, além da reforma em escolas e prédios públicos, manutenção e conservação de praças e locais públicos, preparação e colocação dos materiais para festas de fim de ano e de espaços para orientar a população sobre o Outubro Rosa.