Homem perde R$ 8.000 ao tentar comprar veículo pela internet

PMPR

PMPR

Na √ļltima ter√ßa-feira (6), compareceram ao Pelot√£o de Pol√≠cia Militar, em S√£o Jo√£o, dois homens (21 e 43 anos) do munic√≠pio de Salgado Filho e um de S√£o Jo√£o (29 anos).

Um dos moradores de Salgado Filho (21) relatou que, após visualizar an√ļncio de venda de um ve√≠culo GM/Celta de S√£o Jo√£o, por meio do Facebook, entrou em contato com o vendedor, pois tinha interesse em adquiri-lo.

Durante conversa pelo WhatsApp, o vendedor se passou por um intermedi√°rio de venda (golpista), dizendo que o ve√≠culo estava com o seu sobrinho e combinaram de se encontrar no Centro de S√£o Jo√£o para fechar o negócio.

No local combinado, apareceu o homem de 29 anos, propriet√°rio do automóvel, o qual foi informado pelo golpista que a v√≠tima iria olhar o ve√≠culo e, para isso, teriam combinado de se encontrar.

Porém, pediu que n√£o falasse sobre o valor que estava sendo vendido o carro e o pagamento seria por meio de PIX, para a conta banc√°ria do propriet√°rio do automóvel.

Ent√£o o homem de 21 anos realizou o depósito via PIX, no valor de R$ 8.000. Porém, como o dinheiro n√£o havia entrado na conta do vendedor, ambos se desentenderam no local, momento em que resolveram procurar a Pol√≠cia Militar, onde constataram que haviam ca√≠do em um golpe.

Além disso, assim que o dinheiro foi transferido, o intermediador bloqueou as v√≠timas.

Diante da situação, os indivíduos foram orientados quanto aos procedimentos legais cabíveis; sendo confeccionado o boletim de ocorrência de estelionato e encaminhados para os procedimentos da polícia judiciária.

O crime de estelionato encontra-se tipificado no Art. 171 do Código Penal: Obter, para si ou para outrem, vantagem il√≠cita, em preju√≠zo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artif√≠cio, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento, com pena de reclus√£o de um a cinco anos, e multa.