População acima de 12 anos também já começa agendar vacinas da covid-19 em Verona

A informação é do vividense Jean Carlos Zago, de 45 anos, que mora na Itália com a sua esposa e foi imunizado neste domingo contra a doença

Crédito: Jean Carlos Zago

Crédito: Jean Carlos Zago

A vacina contra a covid-19 em Verona, na Itália, também já pode ser agendada para a população a partir dos 12 anos de idade. A informação é do vividense Jean Carlos Zago, que mora na Itália com sua esposa há quase dois anos.

Ele entrou em contato com o Portal Vividense e relatou que, neste domingo (6), recebeu a primeira dose da imunização.

"Hoje está sendo um dia muito especial, pelo motivo que pude ser vacinado. Foi liberado para a faixa etária entre os 40 e 50 anos de idade", comemora o vividense, que tem 45 anos.

Segundo Zago, ele havia agendado a imunização no início de maio. Ele conta que lá a população deve agendar via site, preenchendo os dados pessoais e local onde mora.

"Então são apresentados os lugares mais próximos à casa para vacinação. Escolhemos o lugar, temos que levar o agendamento em mãos, preenchido com os dados pessoais; se temos alergias; se tomamos algum medicamento; e se realizamos exames da covid-19 [informando o resultado: positivo ou negativo]", descreve.

O vividense diz ainda que a vacina que tomou foi a Pfizer, enquanto que a segunda dose está agendada para o dia 11 de julho. Em relação à sua esposa, que tem 37 anos, ele informa que está agendada a primeira dose para 6 de julho.

Realidade vacinal

Até na sexta-feira (4), conforme Zago, 41,7% da população italiana havia sido vacinada com a primeira dose, enquanto que 21,4% com a vacinação completa.

"Aos poucos, aqui na Itália, a vida está voltando ao normal. Shows [não com a capacidade total dos postos, mas já é um reinício], bares, restaurantes e shoppings também estão voltando ao normal. Também já estão liberados almoços e jantares, não só fora dos locais, mas dentro dos restaurantes".

Além disso, ele conta que piscinas e academias estão voltando à normalidade. "Mas nunca esquecendo que ainda usamos máscara, álcool em gel nas mãos, porque ainda todo o cuidado é pouco".